Como tirar os maus hábitos do seu cãozinho

Compartilhe!

Algumas manias do cão podem irritar os donos ou deixá-los em situações embaraçosas, como atacar a perna das visitas, fazer xixi fora do lugar, roer os móveis da casa, fazer escândalos em lugares públicos ou pedir comida nas horas das refeições familiares. Para ajudar os donos, sempre contribuindo para o comportamento dos pets, o veterinário Aldo Macellaro lista algumas dicas importantes de convivência.
Xixi no lugar errado

“Esfregar o focinho do cão como punição é antiquado e totalmente ineficiente, pois o cão só consegue associar as coisas no exato momento em que elas acontecem. Isso não vai fazer com o que pet mude de atitude e sim que ele fique com traumas” explica Macellaro, que ressalta a importância da paciência para que o animal se acostume a fazer suas necessidades no lugar correto, e o tutor recompense este ato como um reforço positivo. O mercado dispõe de produtos que podem ser borrifados no jornal, e que podem ajudar neste processo de aprendizado.
Atacar a perna das visitas. “Vários fatores contribuem para que isso aconteça, um deles é a falta de exercícios”, diz o veterinário. Para ele, isso pode ser um indício de que o pet tem muita energia e pouco espaço para gastá-la. “Engana-se quem pensa que isso indica apenas necessidade sexual do cão. Muitas vezes é apenas um mau hábito, que deve ser combatido na primeira vez que acontece”. Para isso, uma bronca firme pode ser suficiente, mas nunca partindo para agressão física.
Pedir comida no horário das refeições dos donos

Neste caso, Macellaro é categórico. “Nunca alimente o cão nas refeições familiares. Caso faça, o animal vai entender que é uma atitude correta e aceitável”, explica. A melhor forma é resistir à tentação de agradar o animal durante a refeição. Mesmo que o cão fique muito tempo olhando, simplesmente ignore-o. Com isso, ele vai entender que não conseguirá o que quer e vai parar com esse hábito.

02f7ad_06ee47669dac43519e5cbd162a30eb2b
A melhor solução 
Educar o cão desde pequeno é uma das alternativas, mas seja filhote ou adulto, existem casas especializadas para tratar desses casos. No interior de São Paulo, em Itu, localiza-se um dos clubes mais conceituados para cães, o Clube de Cãompo. São vários serviços oferecidos, entre eles o adestramento e educação canina, que é aplicado por profissionais focados em comportamento animal. A metodologia utilizada consiste num plano de treinamento em que o dono adestra o próprio cão. As aulas são individuais e duram, em torno, de uma hora. Para os que procuram algo mais específico, o espaço oferece soluções específicas para desvios comportamentais, como problemas de convivência e agressividade. Esportes como agility e natação são indicados para aumentar o gasto de energia dos cães em treinamento.

Scroll Up
0